As pessoas estão se tornando mais geeks ou é apenas modismo?

Spread the love
Brasileiros estão mais geeks?
Pelo menos é o que parece nos aeroportos e hotéis

Quem acompanha o NPossibilidades no Twitter sabe que durante este feriado passado fizemos uma pequena pausa para descanso. Mas como todo geek blogueiro ligado em tecnologia não fiquei parado e fiz algumas pequenas observações sobre como anda a tecnologia no dia a dia das pessoas.

Em todas as viagens que já fiz a cena mais, principalmente nos aeroportos, eram as pessoas sentadas nos salões de espera com seus notebooks no colo ou procurando uma tomada. Smartphones eram comuns mas ainda assim perdiam em quantidade para a quantidade de aparelhos comuns de celular. Tablets? Coisa muito rara.

Mas hoje a situação está mudando muito rápido. Não sei se é modismo, se são promoções de operadoras de telefonia, se é o poder de consumo das pessoas que está melhorando… Só sei que o cenário, pelo menos neste feriado, estava completamente diferente.

Notebooks eram raridade. Vi apenas uns três ou quatro. Netbooks também foram poucos os que vi, uns dois à beira da piscina do resort e um no aeroporto. Já os tablets parecem estar mesmo caindo no gosto popular, mesmo ainda não tendo preços elevados. Observei uns sete iPads e apenas um Galaxy Tab. Não encontrei nenhum outro modelo de tablet, nem mesmo Xing-Ling.

Smartphones foram sem dúvida alguma os mais vistos. Quase não vi mais celulares comuns. Foram algo em torno de trinta aparelhos (incluindo um Samsung espanhol que encontrei e devolvi ao dono). Dentre as marcas/sistemas mais vistos apenas um era Android (Galaxy S) e dois ou três BlackBerrys. Muitos aparelhos Nokia da série E (E71, E72, E5…), série N apenas o meu N8, dois N95 dos modelos clássicos e alguns poucos 5800.

Mas pensam que estes foram a maioria? Muito longe disso. Sem dúvida alguma o modelo mais visto foi o iPhone 4. Incrível como tem gente com este aparelho. É de assustar como este aparelho foi bem aceito pelas pessoas. Ele é um bom aparelho? Sem dúvidas! É um dos maiores sonhos de consumo tecnológicos das pessoas, mas ainda assim custa caro. Para cada smartphone que eu via, independente de marca, pelo menos dois eram iPhone e destes dois um era iPhone 4.

Outro gadget que também observei bastante foram os games portáteis. Poucos PSPs e muitos Nintendo DS (não me pergunte qual modelo), mas todos nas mãos das crianças. Pelo visto este segmento está ficando mais voltado para a criançada por enquanto. Acredito que logo estes aparelhos serão substituídos pelos tablets também.

Já as câmeras fotográficas ainda reinam no seu meio, haviam muitas por perto. Apesar dos smartphones com boas câmeras estarem cada vez mais comuns, os equipamentos dedicados mostram resultados muito superiores e de qualidade sem igual.

De qualquer forma, o que interessa é que os brasileiros estão cada vez mais tirando partido dos equipamentos eletrônicos e da tecnologia por trás destes. A velocidade com que as pessoas estão absorvendo estes produtos é assustadora. Não é àtoa que o Brasil está cada vez mais sendo visto com bons olhos pela indústria deste setor. Só falta baixarem os impostos por aqui para melhora ainda mais estes consumo.