Micos digitais durante as corridas

Sem comentários...

Como sabem de uns tempos para cá resolvi praticar algum esporte mais regularmente e entrei para o mundo das corridas de rua. Claro que como bom geek não deixei de manter comigo alguns gadgets durante os treinos.  Não preciso e também não irei entrar em detalhes sobre como eles podem ser úteis para isso, o post de hoje é para falar sobre o lado não prático deles.

A idéia falar sobre os micos digitais que já vi acontecerem durante as corridas e como evitá-los. E acreditem, um dos eventos mais geeks que já vi são as corridas de rua. Sério! Pode não parecer um ambiente muito tecnológico à principio, mas é tecnologia para todo lado. Basta chegar um pouco mais perto das largadas que é possível ver centenas de smartphones, câmeras tipo GoPro, smartbands, pedômetros digitais, fones Bluetooth, players de música, relógios inteligentes, frequencímetros, GPS…

Mas vamos à lista do que observo acontecer e que podem acabar atrapalhando bastante a performance durante as provas.

Levar gadgets demais
Parece óbvio, mas acontece bastante. Volta e meia vejo gente se enrolando toda por estar com um smartphone na mão postando selfies nas redes sociais e ao mesmo tempo tentando iniciar a marcação de tempo no relógio. O pior é que querem fazer isso na largada, correndo e no meio de 3, 4, 5 mil pessoas. Não preciso dizer que a chance de dar alguma coisa errada é grande.

Deixar para acionar o GPS apenas na largada
Independente do aparelho que for utilizar, seja um smartphone, seja um relógio próprio para marcar a corrida, não deixem para acionar o GPS apenas no momento da largada. É bastante comum levar um certo tempo para te localizar. O correto é acionar alguns minutos antes de começar e dar o “start” ao cruzar a linha de largada. Já vi gente deixar para o último instante e ficar parado esperando pelo sinal do GPS.

Selfies
É sempre bom registrar com fotos as provas, seja para compartilhar nas redes sociais, seja para aquele álbum de recordações ou para enviar aos amigos/família. O problema é quando isso é feito de forma exagerada. Tem gente que exagera tanto que chega a atrapalhar não só a sí mesmo como os outros competidores. Em uma corrida realizada aqui em Brasília este ano presenciei uma cena dessas. Havia um competidor com uma GoPro em uma mão filmando tudo e o smartphone na outra fazendo selfies  a cada 300 metros. Não sei qual era a idéia dele, mas era bizarro.

Falta de bateria
Antes de toda prova é sempre bom deixar tudo pronto para evitar problemas, entre outras coisas é recomendado deixar a roupa que irá utilizar, o tênis, número de peito e o que mais for levar já separado. Nesta lista é bom ter em mente também as baterias do aparelhos. Se vai levar um relógio/frequencímetro, smartphone, fone Bluetooth ou o que quer que seja, verifique a bateria e se for o caso carregue-a na véspera para não ficar na mão.

Correr com smartphone na mão
Outra dica um tanto óbvia do que não fazer mas que vejo acontecer sempre. Imaginem a cena: 5 mil pessoas correndo, você com o smartphone na mão e ele escorrega. Tem alguma chance dele sobreviver?

Concentrar tudo no smartphone
São ótimos aparelhos e fazem de tudo: tiram fotos, marcam a corrida com tempo e distancia, marcam frequencia cardíaca, tocam música… Mas e se ele travar? Isso é algo bem comum independente do sistema operacional. Já passei por alguns problemas assim o que acabou com parte da graça da corrida. Por isso hoje uso um relógio próprio de corrida e um player separado para as músicas.

Checar o tempo todo as informações no smartphone
Tem gente que não consegue se desligar das informações em tempo real durante as provas e fica verificando o tempo todo como está a frequencia, quanto já correu, quanto falta, que velocidade está… Não há problema nisso, se isso é importante para você faça. O problema é quando tudo isso está na tela do smartphone e ele no bolso. Não é nada prático correr assim. Se for o caso, é melhor colocar o aparelho em uma braçadeira no antebraço (não no braço). Assim você pode checar sem problemas.

Mensagens durante as corridas
O momento da corrida é seu e apenas seu, mesmo em meio à milhares de outros corredores. Então para que ficar recebendo mensagens? Deixar iMessenger, Whatsapp, Messenger do Facebook ou outros do tipo funcionando durante as corridas só vai atrapalhar sua concentração. Pior ainda é querer responder correndo… Se for possível, desative tudo antes da prova. E mais, se você sabe de alguém que está correndo não o atrapalhe com mensagens e/ou telefonemas.

Gadgets e água
Esta é uma combinação desastrosa. Se você irá levar algum aparelho eletrônico qualquer para a corrida, não esqueça de protegê-lo. Chuva, água derramada nos pontos de hidratação, suor… tudo isso é perigoso para seu gadget. Existem capas próprias para isso mas se não tiver uma à mão, um saquinho do tipo ziplock resolve bem.

Todas as dicas aqui são básicas, mas podem lhe ajudar a curtir sem dor de cabeça as provas.

604 Total 1 Hoje