Samsung deixou blogueiros em má situação e Nokia os salvou?

Spread the love
Samsung deixou blogueiros em má situação e Nokia os salvou?
Samsung deixou blogueiros em má situação e Nokia os salvou?

Tem uma notícia circulando a Internet que está um tanto estranha. Pelo que diz o site The Next Web a Samsung da Índia teria convidado alguns blogueiros locais para ir à Berlim cobrir o lançamento de seus novos produtos. A viagem contava com todas as despesas pagas (passagem, alimentação, hospedagem…). Nada de mais, isso acontece sempre. Mas desta vez teria ocorrido um fato muito estranho.

Ao chegarem ao local do evento, a Samsung teria feito estes blogueiros assinarem um acordo de confidencialidade. Muito estranho se tratando de um evento aberto à mídia onde a idéia era apresentar novidades. Mas a situação passou para um quadro mais bizarro ainda. Os blogueiros teriam de vestir uniforme da Samsung e ficar no estande da empresa mostrando os novos aparelhos aos demais presentes. Ou seja, de blogueiros convidados passaram a ser promoters. Para piorar ainda mais a situação, a Samsung teria informado à estes blogueiros que se caso recusassem iriam cancelar hospedagem e também as passagens de volta, ou seja, ou trabalham ou trabalham.

Claro que neste momento entraria a força da Internet e o assunto rapidamente se espalhou via Twitter como podem ver em algumas imagens abaixo.

Pela notícia divulgada, foi neste momento que entrou uma segunda empresa que se ofereceu para ajudá-los cobrindo todas as despesas par que eles pudessem se livrar desta situação. Adivinhem quem foi? Sim, a Nokia resolveu intervir sem que tivesse sequer sido procurada. Esta história ainda vai dar muito o que falar e acredito que provavelmente estes blogueiros nunca mais irão querer saber dos produtos da Samsung. Como falei, a notícia se espalhou e já aparece em diversos sites como CNET americana, CNET Asiática, Gizmodo americano, The Next Web, 91 Mobiles… Ficou feio isso.

Conheço várias pessoas que já foram convidadas pela Samsung Brasil para cobrir eventos tanto aqui no Brasil quanto no exterior e nunca fiquei sabendo de qualquer situação sequer parecida com isso. Até onde sei isto não é o tipo de conduta que a empresa tem.

Fonte: The Next Webvia Faixa Mobi