SanDisk Extreme Portable SSD – Análise e comparativo para videomakers e editores 360º

Spread the love
SanDisk Extreme Portable SSD - Análise e comparativo para videomakers editores 360º
SanDisk Extreme Portable SSD – Análise e comparativo para videomakers editores 360º

Já faz algum tempo que fiz uma análise aqui no site explicando o meu ponto de vista sobre “porque videomakers deveriam editar utilizando SSDs“. Foi em Janeiro deste ano mas com toda essa pandemia parece que se passou muito mais tempo. Se você ainda não leu recomendo que dê uma lida antes de continuar por aqui, vai ajudar bastante.

 

Eu estou voltando a este assunto porque recebi aqui para testes um outro modelo de SSD externo. Na época da outra analise eu falei sobre todas as vantagens e desvantagens de uso deste tipo de equipamento para quem trabalha com edições de vídeo e como eu o havia incorporado ao meu fluxo de trabalho.

 

Hoje tenho aqui um concorrente para tentar assumir o lugar do SSD Portable P10 que a KingDion havia enviado há algum tempo. Será que o Extreme Portable SSD da SanDisk é mais capaz do que o P10 e irá tomar seu lugar em meu fluxo de trabalho de edição? Antes de comparar, vamos conhecê-lo um pouco melhor e no final eu digo o resultado.

SanDisk Extreme Portable SSD - 500GB
SanDisk Extreme Portable SSD – 500GB

 

O modelo que está aqui é uma unidade mais fina e menor do que um smartphone, bem compacta e conta com 500GB de capacidade de armazenamento. O Extreme Portable SSD, conta com todas as vantagens que os SSD externos tem em relação à velocidade, portabilidade e maior garantia de prevenção à falhas e perda permanente de dados. Mas o que o difere dos demais modelos de SSDs externos?

 

Que a SanDisk é uma marca que preza pela qualidade de seus produtos todos nós sabemos (ok, parece propaganda, mas não é, a marca é boa mesmo). Isso se nota já no primeiro ponto deste modelo: Ele é resistente à água e poeira (classificação IP55). Se você é um videomaker que costuma produzir em meio à natureza já tem ai um diferencial interessante.

 

Outra vantagem é que o seu corpo emborrachado proporciona uma ótima resistência a choques. Eu mesmo não testei isso, não gosto de colocar os produtos desnecessariamente em risco, mas em testes oficias chega a suportar quedas de até 2 metros de altura em uma superfície de concreto. Quer mais resistência? Em uso ele suporta temperaturas que variam entre 0°C a +45°C e fora de uso entre -20°C a +70°C.

 

Antes de entrar no comparativo cabe aqui mais uma informação. A SanDisk fornece também (através de download) o software SanDisk Secure Access 3.0. Ele permite criar uma pasta protegida por senha para manter os arquivos de longe olhares indiscretos.

 

COMPARATIVO: PORTABLE P10 X EXTREME PORTABLE SSD

Extreme Portable SSD x Portable P10
Extreme Portable SSD x Portable P10

Como todos os SSDs externos mais rápidos hoje em dia, a porta de conexão do Extreme Portable SSD é USB-C. E aqui já começa a diferença entre este e o Portable P10 da KingDian que tenho aqui. Ambos utilizam este padrão de porta de conexão, mas o modelo chinês, em minha opinião, olha para trás ao enviar um cabo USB-C em uma ponta e USB-A na outra (com adaptador para C). A SanDisk fez o inverso ao enviar um cabo USB-C nas duas pontas e um adaptador para A.

 

Parece pouca diferença mas considere que a tendência é de que todos os computadores, e quase todos os smartphones, estão migrando para padrão USB-C. Você terá de ficar sempre utilizando um adaptador no caso do fabricante chinês ao passo que com o da Sandisk você pode até descartar caso já tenha um equipamento mais atual.

 

GARANTIA

A Sandisk oferece uma garantia de 3 anos neste produto, já a KingDian oferece… sinceramente não sei. Procurei por esta informação no site deles e não encontrei nada sobre isso. Considerando que em nosso caso (videomakers) um acessório como este é uma ferramenta de trabalho é bom ter este tipo de informação antes de adquirir qualquer um.

 

CAPACIDADE

A SanDisk disponibiliza o Extreme Portable SSD com as seguintes capacidades: 250GB, 500GB, 1TB e 2TB. Os modelos da KingDian tem apenas 120GB, 240GB (sim, é isso mesmo, apesar de no site mostrar 250GB) e 500GB. Como espaço maior é um ponto muito relevante para trabalhar com edição de vídeos e/ou de tours virtuais considere escolher um que irá atender às suas demandas de produção.

 

VELOCIDADE

Aqui é que a diferença entre os dois se faz mais relevante. Do ponto de vista de um profissional do audiovisual, quanto mais rápido for o SSD melhor. Pelo menos no fluxo de trabalho que adotei onde todo o trabalho de edição e renderização é feito nele e não no armazenamento interno do computador.

 

Para comparar performance e desempenho existem diversas opções de softwares para este fim, no ambiente de tecnologia são chamados de benchmark. Geralmente trazem os dados de resultado de maneira técnica mas voltados para a área de tecnologia. Mas há também uma opção voltada para quem trabalha com produção de vídeos. A Blackmagic Design, fabricante de câmeras profissionais, equipamentos diversos para transmissão e produção de vídeos, dentre outros produtos, também tem em seu portifólio softwares como o editor DaVinci Resolve e o Disk Speed Test para testes em SSDs.

 

Utilizando este software podemos avaliar se a mídia é apropriada para gravação e reprodução em determinados formatos de vídeos específicos. Nele é possível verificar não apenas velocidade de leitura e gravação, mas também em quais padrões, como ProRes e RAW, quais resoluções de vídeo e também quantos FPS (Frames Per Second ou Quadros por Segundo).

 

Repare que a análise neste software é específica para trabalho com edição audiovisual onde são realizados testes de estresse simulando arquivos de vídeos sem compactação. Por isso os resultados são um pouco diferentes, normalmente um pouco menores, do que os anunciados pelos fabricantes dos SSD. Os números oficiais são para uso comum, ou seja, gravação e leitura de arquivos do dia a dia, os apresentados neste software são para produtores de vídeo.

 

Resultados - Portable P10 da KingDian x Extreme Portable SSD da Sandisk
Resultados – Portable P10 da KingDian x Extreme Portable SSD da Sandisk

Após testar os dois SSDs no Disk Speed Test a diferença foi bem maior do que eu imaginava. Em matéria de possibilidades de combinações de resoluções e quadros por segundo não há diferenças muito relevantes, apenas uma configuração de vantagem (2160p50) para o Extreme Portable SSD. Mas quanto aos dados de leitura e gravação geral e também específicos para cada padrão de vídeo e resolução a SanDisk deu um banho na KingDian. Todos os resultados são consideravelmente mais altos.

 

O que isso significa? Que utilizar o SSD da SanDisk para armazenar, editar e renderizar vídeos, para trabalhar com tratamento de imagens equirretangulares (fotos 360º) e também criação de tours virtuais o desempenho é muito melhor.

 

PREÇO

Hoje o Extreme Portable SSD com 500GB está custando em torno de R$790,00 (na Amazon), o mesmo preço encontrado no Portable P10 em sites como Mercado Livre com a mesma capacidade. Mas como foi possível ver por este comparativo o SSD externo da SanDisk se mostrou superior em todos os aspectos.

 

RESULTADO

Após todos os resultados obtidos nos testes que eu realizei, volto à pergunta do início desta análise: “Será que o Extreme Portable SSD da SanDisk é mais capaz do que o P10 e irá tomar seu lugar em meu fluxo de trabalho de edição?”. Sem dúvida alguma a diferença é muito alta e ele é bem mais eficiente. Com isso ele tomou o lugar do modelo da KingDian em meus trabalhos de edição de vídeo e produção de tour virtuais.

 

BLACKMAGIC – DISK SPEED TEST

Não posso deixar de comentar aqui alguns detalhes sobre o software Disk Speed Test da Blackmagic Design. É gratuito e está disponível tanto para Mac quanto para Windows. Recomendo este software para os amigos videomakers, ele é muito útil para utilizar não apenas para testar seus SSDs externos, mas também para o armazenamento interno do computador e até mesmo para pendrives. Muito útil para testar SSDs antes de adquirir algum.

 

Para Mac está disponível diretamente na Mac App Store, é só clicar para instalar. Para quem utiliza Windows é um pouco mais complicado pois é preciso entrar na página de suporte da Blackmagic Design, baixar o Desktop Video e dentro dele estará o Disk Speed Test.