Review Lifeproof Frē para iPhone 6

Review Lifeproof Frē para iPhone 6
Review Lifeproof Frē para iPhone 6

Se tem uma coisa que me atrai bastante são os acessórios. Mas não acessórios comuns que não trazem qualquer tipo de benefício. Gosto muito daqueles que expandem a utilidade dos nossos gadgets. O último que testei foi o case Frē da Lifeproof para iPhone 6. Este permite utilizar o smartphone em situações nas quais normalmente não o levaríamos.

O Frē é um case especial resistente à água, quedas, poeira e neve mas que permite, ainda assim, o acesso a todas as principais funcionalidades do aparelho. Dentre elas tela, botões de controle, câmera, saída/entrada de áudio, porta de carregamento de bateria e até mesmo o TouchID no caso do iPhone.

À primeira vez que se olha para o case a impressão é de que não será tão resistente, mas acreditem, o produto é muito bom. Fiz alguns testes antes de colocar à prova e me pareceu que iria atender bem. Foram testes básicos de imersão em água como recomendado pelo fabricante. Primeiro sem o iPhone e depois com ele. Só depois é que me atrevi a levar para um “teste de campo”. Confiram no vídeo abaixo:

Além do uso que fiz durante um final de semana na praia e no Beach Park, pretendo utilizar também em meus treinos de corrida e nas provas. Assim evitará qualquer problema com água e quedas. No dia a dia normal acho que o case incomoda um pouco por deixar o iPhone um pouco grande, então não pretendo utilizá-lo assim.

Um ponto fraco no uso do case é que ele diminui bastante a precisão do toque na tela quando está molhado, embaixo d’água então não é possível, por exemplo começar uma filmagem. Para isso terá de dar o comando antes de submergir o aparelho. Há também um probleminha quando está caindo muita água sobre o aparelho. O iPhone se perde um pouco e por várias vezes entende que as gotas são toques na tela, assim não estranhe se vez ou outra ele mudar o que está fazendo. Mas ai é algo que não vejo muito como corrigir.

Sobre o preço, o case não é dos mais baratos, chega a ser mais caro do que alguns smartphones (preço normal é na faixa dos R$450), mas se você quer poder utilizar o aparelho em situações às quais nunca o levaria, vale o investimento. Levando em consideração o preço de um iPhone aqui no Brasil é sempre bom garantir mais proteção.

Aqui cabe um adendo referente ao atendimento da Lifeproof que merece ser publicado. O meu case não foi comprado no Brasil, um amigo que o trouxe para mim. Nos primeiros testes ele apresentou defeito e entrou água. Neste momento pensei: “Dinheiro jogado fora”. Foi então que entrei em contato com o fabricante Link para site oficial do fabricante. Lá existe uma opção para acionar a garantia. Bastou preencher um formulário com algumas informações e enviar uma foto do produto. Sem perguntas ou burocracia enviaram um e-mail de desculpas pelo ocorrido e em menos de uma semana já estava em minha casa um novo case com todas as despesas de envio internacional e impostos pagos por eles. Se fosse alguma outra empresa aqui no Brasil já sabem como seria o atendimento…

Por isso e pela qualidade do case, deixo aqui meus parabéns à equipe da Lifeproof. Isso foi uma ótima demonstração de respeito e pronto atendimento aos seus clientes. É assim que todas as empresas deveriam trabalhar.

Fanáticos por empresas de gadgets. Cuidado para não se tornar um

Fanáticos por empresas de gadgets. Cuidado para não se tornar um
Fanáticos por empresas de gadgets. Cuidado para não se tornar um

Em todos estes anos como blogueiro de tecnologia já vi muita gente fanática por esta ou aquela empresa/marca. Eu mesmo já cheguei quase lá há algum tempo, mas felizmente acredito que hoje estou “melhor” e perdi aquele fanatísmo todo de outrora. Mas como sei que muita gente está ainda vivendo este período, trago à vocês dois vídeos bem curiosos. Nestes podemos ver um fanático pela Apple e as besteiras, muuuitas besteiras, que estes normalmente dizem.

Não se enganem, apesar de o vídeo apresentar um aficionado pela empresa de cupertino, existem pessoas tão bitoladas assim que diversas outras empresas. Fique atento! Mas se não é o seu caso, assista assim mesmo para rir bastante das bobagens descritas pelo fanático abaixo.

Detalhe: Os vídeos estão disponíveis apenas em inglês.

[youtubegallery]
Shit Apple Fanatics Say, Part 1|http://www.youtube.com/watch?v=FFhjDX-DUew
Shit Apple Fanatics Say, Part 2|http://www.youtube.com/watch?v=kTTSsB92L_s
[/youtubegallery]

Aplicativos para catálogos no iPad

Catálogos para iPad - Dica para profissionais de vendas
Catálogos para iPad - Dica para profissionais de vendas

Essa dica de hoje vai para todos os profissionais de vendas. Algumas das minhas últimas consultorias foram para pessoas envolvidas com exposição de produtos diversos. Vários destes ainda trabalham com apresentações em Power Point, catálogos impressos, caixas com material para demonstração e folders, alguns poucos utilizam o acesso aos seus sites para isso.

O que tenho recomendado para alguns destes, quando cabe o uso claro, é o levar todo o material em tablets. Além de ser bem mais leve e prático, é uma ótima ferramenta de vendas pois é mais fácil cativar seus clientes. Business são business…

Ok, mas de que forma fazer isso? Qual tablet? Qual aplicativo?…. Eu sempre digo que a escolha de aparelho depende do usuário e do que ele deseja fazer. Como este é um caso específico e que muitas vezes tem a influência de fatores diversos como facilidade de uso, treinamento de vendedores (que muitas vezes não tem contato com tecnologia), planejamento futuro para projeção de gastos, suporte (principalmente dos aplicativos) e outros, acabo indicando mesmo o uso do iPad. Não que tablets de outras marcas/modelos sejam ruins, mas em se tratando de aplicativos e serviços o modelo da Apple acaba sendo algo mais “universal”.

Ok, tendo fechado esta questão, fica agora e pergunta de que aplicativo utilizar. Este é o foco deste post. Aqui vou listar algumas das opções que encontrei e que podem ajudar bastante na hora de vender seus produtos.

Padalog

O mais completo que já vi até agora é o Padalog. Além de ter aplicativo para o iPad, em breve haverá uma versão para iPhone e também para o Android, além possibilidade de utilizar uma versão on-line para todos os demais dispositivos móveis.

Neste é possível personalizar os catálogos e ter ilimitadas versões privadas destes. O número de catálogos e a quantidade de itens em cada um depende de qual pacote de serviços for contratado. Estes vão desde o gratuito, com um catálogo público e 12 itens até a versão Ultimate que possibilita ter 5 públicos e 1000 itens em cada um.

Mais detalhes em www.padalog.com

iCat
Na versão grátis não tem tantos recursos quanto ao Padalog, como personalização por exemplo, mas permite ter catálogos com 10 produtos em cada um, divididos em 3 categorias e 3 imagens por produto, tudo limitado a 2 iPads apenas. Já nos pacotes pagos estes recursos são mais generosos. O preço é definido pela quantidade de produtos que listar e em quantos aparelhos. Clicando aqui é possível montar o pacote de acordo com as suas necessidades.

Mais em http://www.icatapp.com/

iTouch
O iTouch é uma opção muito boa para quem não pretende gastar muito. Conta com alguns recursos interessantes, como por exemplo, compartilhamento de produtos via e-mail, Twitter e Facebook. A versão gratuita dá direito a 1 catálogo com 3 categorias e 50 produtos, 3 imagens por produto e importação de dados gravados em planilhas do Excel.

As versões Professional e Enterprise contam com mais opções e dependem de contato via site para contratação do serviço. Confiram aqui.

Detalhe comum em todas as opções listas acima é o gerenciamento on-line dos catálogos. Basta acessar o site via navegador web e fazer todas as devidas alterações e/ou inclusões de produtos. Os aparelhos serão todos sincronizados de forma automática (ou manual dependendo do aplicativo). Desta maneira basta fazer o procedimento antes de sair para visitar os clientes e ficar tranquilo depois já que não precisará de sinal de Internet na hora da venda. Este detalhe fica apenas para o momento em que for realmente fechar o negócio.

Sei que existem diversas outras opções no mercado, mas estas são apenas algumas delas. Caso alguém conheça alguma outra boa, por favor deixem nos comentários abaixo.

Como criar formulários no iPad através do aplicativo Numbers

Criando formulários no iPad
Criando formulários no iPad

Outro dia me perguntaram como fazer para transformar o iPad[bb] em uma ferramenta de trabalho para coleta de dados. A idéia era utilizá-lo como uma prancheta para, se não me engano, conferir entrada de produtos em uma loja de peças. Bom, no mesmo instante pensei em testar algumas aplicações do tipo, mas lembrei que o Number permite fazer este tipo de tarefa facilmente.

Primeiro, para quem não conhece, o Numbers é a alternativa da Apple para o Excel da Microsoft[bb]. Claro que não tem, nem de longe, o mesmo “poder de fogo” que o segundo, mas para o básico resolve muito bem. O procedimento é simples, mas um pouco trabalhoso para explicar apenas em texto, então resolvi gravar em vídeo.

Confiram abaixo:

Unboxing e teste da capa à prova d’água BeachBuoy da Proporta

Capa BeachBuoy testada e aprovada
Ótimo acessório para quem gosta de natureza

Outro dia chegou aqui no NPossibilidades um acessório que torna possível levar nossos “brinquedinhos eletrônicos” para dentro da água. A capa BeachBuoy da Proporta tem garantia à prova d’água para até 5 metros de profundidade e foi testada e aprovada pelo the British Standards Institute – BSI (IP57 and IP58).

Ainda não tive a oportunidade de testá-la na prática (piscina, praia, rio…) mas pelos testes “de laboratório” (ou seja, em casa) o produto me pareceu ser bastante resistênte e eficaz. Já mergulhei alguns dos meus principais aparelhos na água e nenhum deu qualquer tipo de problema.

Esta capa me pareceu uma ótima idéia para algumas situações bastante específicas. Por exemplo motoboys que ficam à mercê do tempo, praticantes de esportes ao ar livre como ciclistas, trilheiros e também para quem gosta de fazer geocaching.

O mais interessante neste produto, além do fato de proteger os aparelhos da água, é que ele permite utilizar sem o menor problema a tela sensível ao toque. O plástico da BeachBuoy adere à tela e com isso não impede sua utilização, bem como a da câmera. Isso também é bom para quem pretende fazer fotos ou filmagens em baixo da água. Lembrando que esta capa não é destinada a mergulhos profissionais, ela suporta apenas até 5 metros de profundidade.

Fica aqui a dica de um acessório que gostei bastante. Ele está disponível em nossas dicas de compras e não custa nada caro.

BeachBuoy
BeachBuoy